Dicas para viajar sozinha

travelling-alone

Um dos principais fatores quando se fala em viajar sozinha é a questão do medo. Medo da segurança do lugar, medo de se sentir sozinha, medo do que os outros vão pensar, de se perder no destino e não saber falar a língua local entre outros, motivos para não viajar sozinha é o que não falta. O medo é natural de ser sentido, na maioria das minhas viagens sozinha as pessoas me perguntavam se não tinha medo, sim, dá medo, ansiedade, adrenalidade e aquele frio na barriga, mas sem isso a viagem não tem graça 🙂

Se você por algum motivo não tem companhia para viajar, seus amigos estão casados, trabalhando, sem dinheiro, não querem ir para o mesmo lugar que você ou qualquer outro motivo, leia as dicas abaixo e embarque em sua aventura com você mesmo!

Dicas 1: Onde começar? Para as mulheres que têm interesse em viajar sozinha mas ainda tem um pouco de receio, indico para começar com o que considero mais fácil: intercâmbio. Intercâmbio em geral no setor de cursos de idiomas, preferencialmente onde você fica hospedado em uma casa de família, ou seja, não sentirá que está em um lugar do outro lado do mundo, sozinha, dentro de um hotel sem saber o que fazer. Escolha capitais grandes onde há também brasileiros para caso a solidão chegar, mas também cuidado na convivência x aprendizado.

Dica 2: Leve playlists com você: Melhor que viajar sozinha, só viajando sozinha com música! Faça uma boa escolha de músicas antes de viajar, escolha uma trilha sonora para cada momento importante em sua viagem e divirta-se na companhia de grandes artistas.

Dica 3: Livros: Normalmente essa dica é válida somente para as pessoas que realmente gostam de ler, caso não goste vá para a dica 4. Livros geralmente são importantes pois trazem calma, proximidade ao país de origem e são ótimas opções naqueles momentos da espera por um passeio, por um espetáculo, entre outros…

Dica 4: Uma boa câmera fotográfica: Aproveite sua viagem para colocar em prática seus dotes fotográficos e mostrar aos amigos e familiares na volta.

Dica 5: Aproveite para se conhecer melhor: Em geral, temos a oportunidade de nos conhecermos melhor quando estamos na companhia de nós mesmos: o que realmente gostamos, no horário que gostamos e do jeito que gostamos. Dessa forma, fica até mais fácil a convivência com outras pessoas.

Dica 6: Hospede-se em um hostel: Caso você não queira ou goste da opção de intercâmbio, os hostels também são ótimas escolhas para não se sentir sozinho. Para quem não conhece muito bem, os hostels são como hotéis com quartos compartilhados com pessoas do mundo inteiro. Dica: Para quem é mulher e é iniciante nas viagens sozinhas, escolha um quarto com poucas camas e apenas para mulheres e não quartos mistos. Pode ser mais caro, mas vale a pena. Além disso, os hostels sempre organizam festas, passeios e city tour com os hóspedes para estreitar o relacionamento entre as pessoas.

Dica 7: Tenha sempre aplicativos de comunicação instalados em seu celular como Viber, Skype, Whatsapp, entre outros, dessa forma é possível se comunicar facilmente com as pessoas do Brasil e também com as pessoas locais.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s